Qual é a melhor manteiga para intolerantes à LACTOSE




Entre tantas opções no mercado, a manteiga zero lactose se destaca como a melhor opção para quem tem intolerância ao açúcar do leite.

A produção de manteiga é feita há mais de 3 mil anos e consiste na agitação contínua do leite, resultando em uma mistura de gordura, água e proteínas. Seja no pão e em preparações culinárias, ela é consumida mundialmente. Além da tradicional versão com sal ou sem sal, hoje existem diversas outras opções no mercado, como a margarina, manteiga ghee e a zero lactose.

A manteiga tradicional pode causar desconfortos para a parcela da população que possui dificuldade para digerir o açúcar do leite (lactose), a chamada intolerância a lactose.

Em intolerantes, a lactose não absorvida, após o consumo de alimentos lácteos, é fermentada pelas bactérias do intestino, podendo causar dor abdominal, cólica, gases, diarreia, náusea e vômito. O diagnóstico mais simples é feito através do teste de tolerância à lactose, que mede a quantidade de glicose no sangue em jejum e após a ingestão deste açúcar.

Para atender às necessidades desse grupo de pessoas, surgiram os produtos com zero lactose. Estes possibilitam a esses consumidores a ingestão de lácteos e de nutrientes importantes, como cálcio, minimizando os riscos de comprometimento da saúde. Para isso, a enzima lactase é adicionada previamente ao produto, quebrando a lactose e transformando-a em galactose e glicose, monossacarídeos que são absorvidos pelo organismo e não causam intolerância. Na versão tradicional, a manteiga pode conter até 0,4g de açúcar em 100 gramas de alimento. Apesar de parecer pouco, o valor pode causar desconforto aos intolerantes.

A manteiga clarificada, também chamada de ghee, é obtida a partir do aquecimento da manteiga comum, seguido da retirada da parte não gordurosa do leite, incluindo a lactose. Porém, a ghee ainda pode conter traços desse açúcar, uma vez que esta separação acontece de forma mecânica. Dessa forma, o consumo da manteiga ghee pode ocasionar os sintomas mencionados em intolerantes mais sensíveis.

A margarina, por sua vez, é feita com uma mistura de óleos vegetais e gordura do leite. Inicialmente era comum produzi-la utilizando o processo de hidrogenação, com função de solidificar os óleos vegetais líquidos. Entretanto este processo resultava em produtos com alto teor de gorduras trans, que pode trazer malefícios a saúde. Atualmente utilizasse a interesterificação para solidificar os óleos vegetais e produzir a margarina, resultando em teores baixos de gorduras. Entretanto, a margarina pode conter traços de leite e pode causar incômodos aos intolerantes.

Pensando nesse público, Piracanjuba lançou a Manteiga Zero Lactose. Ideal para consumidores com intolerância a lactose que não abrem mão do sabor e textura característicos da manteiga.

Montamos uma tabela para te auxiliar a entender diferença entre as manteigas disponíveis no mercado:




REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS

Ingram CJE, Mulcare CA, Itan Y, Thomas MG, Swallow DM. Lactose digestion and the evolutionary genetics of lactase persistence. Hum Genet, 2009; 124: 579-591.

Deosarkar SS, Khedkar CD, Kalyankar SD (2016). Butter: Manufacture. In: Caballero B, Finglas P, Toldrá F (eds). The Encyclopedia of Food and Health vol 1, pp 529-534. Oxford: Academic Press.

Portnoi PA, MacDonald A. The lactose and galactose content of milk fats and suitability for galactosemia. Mol Genet Metab Rep, 2015; 5:42-43.

Vandenplas Y. Lactose Intolerance. Asia Pac J Clin Nutr, 2015; 24(1): 9-13.

Cavendish T, Lemos P, Yokota R, Vasconcelos T, Coelho P, Buzzi M et al. Composição de ácidos graxos de margarinas à base de gordura hidrogenada ou interesterificada. Food Science and Technology. 2010;30(1):138-142.

Portaria Nº 146. Ministério da Agricultura do Abastecimento e da Reforma Agrária; 1996.

Portatia Nº 372. Ministério da Agricultura do Abastecimento e da Reforma Agrária; 1997.



Compartilhe com seus amigos



3 gostei