Entenda os benefícios do Imunoday no organismo

Publicado em 06/05/2020 14:44:00 por Piracanjuba

Imunoday é uma bebida láctea recomendada para todos que querem auxiliar o bom e adequado funcionamento do sistema imunológico, que é responsável por realizar as defesas do corpo contra microrganismos causadores de doenças. Disponível nos sabores: Original, Chocolate com Aveia e Chocolate Zero Lactose, as embalagens de 200 ml equivalem a um shot diário.

O produto contém uma combinação exclusiva de nutrientes para auxiliar a capacidade de defesa das células do sistema imunológico. Confira a seguir, um pouco mais sobre eles e a sua relação com a imunidade:

Beta-glucana de levedura: é uma fibra solúvel, encontrada na parede celular de leveduras. Entre as substâncias que podem auxiliar na resposta imune, são as que demonstram os efeitos mais positivos, com mais de 20 mil estudos científicos publicados. As beta-glucanas de levedura podem ser úteis para preparar o sistema imunológico e aumentar a resistência contra microrganismos invasores. Depois de ingeridas, entram em contato com a mucosa do intestino, junto com as outras células de defesa, e auxiliam na ativação das células. As beta-glucanas também demonstraram uma forte tendência para reduzir o número de infecções do trato respiratório e reduzir os dias de sintomas de um resfriado, por exemplo.

Fibras: o intestino é o principal órgão de defesa do corpo. É nele que se alojam a maior quantidade de células de defesa, os chamados linfócitos, que são as células do sistema imune, que “atacam” quando identificam algo que seja estranho ao corpo, como algum tipo de vírus ou bactérias. Assim, as fibras são muito importantes para que todo o processo de defesa do intestino ocorra de forma adequada. Além de contribuírem para o seu funcionamento, as fibras, principalmente FOS e polidextrose, são fermentadas e servem de alimento para as bactérias boas do intestino, estimulando sua proliferação e contribuindo para a barreira protetora intestinal, pois quando essas bactérias vivem no intestino, elas são um fator de proteção eficaz para evitar que as bactérias maléficas invadam e permaneçam no organismo.

Vitamina B12: possui um papel crucial no equilíbrio saudável do sistema imunológico. Níveis inadequados de vitamina B12 podem alterar drasticamente a resposta imune. Sua deficiência pode causar inflamação sistêmica e vascular, contribuindo para o aparecimento de muitas outras doenças, como as cardiovasculares, renais e neurovasculares. Níveis adequados da vitamina B12 podem atuar como medida preventiva para inflamação, disfunção imunológica, e progressão de doenças.

Vitamina C: desempenha um papel central para o funcionamento adequado do sistema imunológico. Ela é necessária para que o sistema de defesa consiga ter uma resposta adequada contra os microrganismos invasores, além de poder impedir a suscetibilidade a infecções do trato respiratório. A deficiência severa de vitamina C tem sido associada a deficiências na imunidade e no aumento de infecções, enquanto, com a suplementação, parece ser útil para prevenir e tratar infecções. A vitamina C também pode diminuir a duração dos sintomas do resfriado comum e atuar como um potente antioxidante, combatendo os radicais livres e reduzindo o risco de inflamação e suscetibilidade a doenças. 

Vitamina D: estimula a maturação de muitas células, incluindo células imunes, sendo fundamental para a imunidade e saúde respiratória. A deficiência de vitamina D, está associada a um maior risco de doenças pulmonares crônicas e a taxas de infecções do trato respiratório.

Agora que você já conhece o novo Imunoday, experimente! E adicione essa dose diária de imunidade à sua rotina!

Referências:

1.     BELKAID Y, HAND TW. Role of the microbiota in immunity and inflammation. Cell. 2014 Mar 27;157(1):121-41. doi: 10.1016/j.cell.2014.03.011. Review. PubMed PMID: 24679531; PubMed Central PMCID: PMC4056765.                                                                             

2.     COLOTTA, Francesco; JANSSON, Birger; BONELLI, Fabrizio. Modulation of inflammatory and immune responses by vitamin D. Journal of autoimmunity, v. 85, p. 78-97, 2017.                                                                                                                               

3.     FULLER, Richard et al. Yeast-derived β-1, 3/1, 6 glucan, upper respiratory tract infection and innate immunity in older adults. Nutrition, v. 39, p. 30-35, 2017.                                       

4.     JAFARI, Davood et al. Vitamin C and the Immune System. In: Nutrition and Immunity. Springer, Cham, 2019. p. 81-102.                                                                                           

5.     MIKKELSEN, Kathleen; APOSTOLOPOULOS, Vasso. Vitamin B12, Folic Acid, and the Immune System. In: Nutrition and Immunity. Springer, Cham, 2019. p. 103-114.           

                       

6.     MYHRSTAD, M. C. W., TUNSJØ, H., CHARNOCK, C., et al. Dietary Fiber, Gut Microbiota, and Metabolic Regulation—Current Status in Human Randomized Trials. Nutrients, 12(3), 859. 2020.                                                                                               

7.     RESCIGNO M. Intestinal microbiota and its effects on the immune system. Cell Microbiol. 2014 Jul;16(7):1004-13. doi: 10.1111/cmi.12301. Epub 2014 May 1. Review. PubMed PMID: 24720613.                                                                                                                  

8.     TANGPRICHA, Vin et al. Vitamin D for the Immune System in Cystic Fibrosis (DISC): a double-blind, multicenter, randomized, placebo-controlled clinical trial. The American journal of clinical nutrition, v. 109, n. 3, p. 544-553, 2019.                                                      

                                                                                                         

9.     VETVICKA, Vaclav et al. Beta glucan: Supplement or drug? From laboratory to clinical trials. Molecules, v. 24, n. 7, p. 1251, 2019.                                                                             

10.  VOLMAN, Julia J.; RAMAKERS, Julian D.; PLAT, Jogchum. Dietary modulation of immune function by β-glucans. Physiology & behavior, v. 94, n. 2, p. 276-284, 2008.            

11.  ZHANG, Lei; LIU, Yunhui. Potential interventions for novel coronavirus in China: a systemic review. Journal of medical virology, 2020.

    Compartilhe com seus amigos

MAIS SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA PARA VOCÊ!