Importância dos Lácteos para a Saúde Intestinal

Publicado em 09/03/2022 17:08:00 por Piracanjuba

O intestino é o órgão responsável pela digestão e absorção dos alimentos, porém, sua importância vai muito além disso! Ele é vital para o sistema de defesa. Nele, habitam trilhões de microrganismos, como bactérias, vírus e fungos, que estabelecem uma convivência harmoniosa dentro do nosso corpo, a chamada microbiota intestinal. Esse equilíbrio funciona como uma barreira, dificultando a instalação e multiplicação dos microrganismos ruins, e estabelecendo uma relação direta com o sistema imunológico, afinal, no intestino estão localizadas 70% das células de defesa. Em sinergia com a microbiota, elas combatem os inimigos invasores, como vírus e bactérias, que possam causar doenças.

Além disso, o intestino pode ser considerado o nosso segundo cérebro. Isso, pois, ele acomoda mais de 100 milhões de neurônios, ou seja, células do sistema nervoso, que produzem substâncias que enviam informações ao cérebro e coordenam atividades no nosso corpo, como, por exemplo, a vontade de comer e o controle do humor. Assim, quando há um desequilíbrio no intestino, as células nervosas enviam mensagens ao cérebro que algo não está indo bem e, com isso, geram reações, como um estado de irritabilidade, por exemplo. Você já deve ter escutado a palavra enfezado, não é mesmo? Essa palavra significa aborrecido ou irritado, e, tem sua origem, justamente, na relação do intestino preso com as emoções. E esse é o motivo, pelo qual, quando o intestino está preso, nos sentimos mais indispostos e mal-humorados, ou seja, enfezados!  

Mas, em qual ponto os produtos lácteos entram nessa história? Para a manutenção da saúde intestinal, a alimentação é um fator essencial, já que, por meio dela, conseguimos desenvolver e cultivar uma equilibrada microbiota intestinal. E os lácteos, principalmente os fermentados, fornecem nutrientes ativos, como as proteínas, e bactérias do bem, que serão a base para construção desse equilíbrio. Veja, no esquema, como tudo isso se relaciona:




Agora que você já aprendeu a importância de manter a saúde intestinal e como os produtos lácteos, principalmente os fermentados, são grandes aliados, que tal inseri-los na sua alimentação?
 


Referências:

Chevalier G, Siopi E, Guenin-Macé L et al. Effect of gut microbiota on depressive-like behaviors in mice is mediated by the endocannabinoid system. Nat Commun. 2020 Dec 11;11(1):6363.

Yang J, Zheng P, Li Y et al. Landscapes of bacterial and metabolic signatures and their interaction in major depressive disorders. Sci Adv. 2020 Dec 2;6(49).

Salminen S., Szajewska H., Knol J. (2019) The biotics family in early life. Essential Knowledge Briefing. Wiley, Chichester.

Gallier S, Van den Abbeele P, Pross[er C. Comparison of the Bifidogenic Effects of Goat and Cow Milk-Based Infant Formulas to Human Breast Milk in an in vitro Gut Model for 3-Month-Old Infants. Front Nutr. 2020 Dec 11;7:608495. doi: 10.3389/fnut.2020.608495. PMID: 33363198; PMCID: PMC7759547.

Wilson AS, Koller KR, Ramaboli MC, Nesengani LT, Ocvirk S, Chen C, Flanagan CA, Sapp FR, Merritt ZT, Bhatti F, Thomas TK, O Keefe SJD. Diet and the Human Gut Microbiome: An International Review. Dig Dis Sci. 2020 Mar;65(3):723-740.

Li, Na & Xie, Qingyang & CHen, Qingxue & Evivie, Smith & Liu, Deyu & Dong, Jianhuan & Huo, Guicheng & Li, Bailiang. (2020). Cow, Goat, and Mare Milk Diets Differentially Modulated the Immune System and Gut Microbiota of Mice Colonized by Healthy Infant Feces. Journal of Agricultural and Food Chemistry. 10.1021/acs.jafc.0c06039.

Marco ML, Heeney D, Binda S, Cifelli CJ, Cotter PD, Foligné B, Gänzle M, Kort R, Pasin G, Pihlanto A, Smid EJ, Hutkins R. Health benefits of fermented foods: microbiota and beyond. Curr Opin Biotechnol. 2017 Apr;44:94-102.

Volokh O, Klimenko N, Berezhnaya Y, Tyakht A, Nesterova P, Popenko A, Alexeev D. Human Gut Microbiome Response Induced by Fermented Dairy Product Intake in Healthy Volunteers. Nutrients. 2019 Mar 4;11(3):547. doi: 10.3390/nu11030547. PMID: 30836671; PMCID: PMC6470569.

    Compartilhe com seus amigos

MAIS SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA PARA VOCÊ!